Nivea Brasil cresce 13,2% no 1o. semestre

Nivea Brasil cresce 13,2% no 1o. semestre

A operação brasileira da Beiersdorf, BDF Nivea, anunciou um incremento de 13,2% em seu faturamento no primeiro semestre do ano. O resultado foi fundamental para o bom desempenho do grupo Beiersdorf, detentor da marca Nivea, na América Latina. A região registrou alta de 11,9% nas vendas, com receita 208 milhões de euros.

“Os números do primeiro semestre confirmam a nossa confiança no potencial do mercado brasileiro de cosméticos. No país, o setor é um dos menos afetados pela crise econômica mundial, comprovando que em meio a um período de turbulência o consumidor não abre mão de se cuidar e prover pequenas indulgências para o seu bem-estar”, comenta Nicolas Fischer, presidente da BDF Nivea Brasil.

O Brasil integra o grupo dos 10 países mais importantes para a Nivea mundial.

Segundo dados Nielsen, de janeiro a junho de 2009 a empresa registrou 21% de crescimento no sell out (vendas ao consumidor), índice superior ao obtido pelo mercado local, que teve alta de 15,6% (considerando apenas as principais categorias nas quais a Nivea atua, como cuidado corporal, tratamento facial, proteção solar e desodorante). “O desempenho é fruto dos nossos investimentos no lançamento de novos produtos e permanente comunicação com nossos consumidores”, destaca Fischer.

Os resultados obtidos pela Nivea por aqui, estão alinhados com a estratégia de negócios definida para o país, que prevê crescimento anual entre 15% e 20%.

No mesmo período, o México alcançou 10% de crescimento nas vendas e a Argentina 15,5%. Destaque também para a China, que obteve alta 16,1%. Na Alemanha, país sede da companhia e considerado um dos mercados mais consolidados da Europa, o crescimento orgânico foi 3,3%, totalizando 483 milhões de euros. Já na América do Norte houve queda de 3,3% nas vendas, para 147 milhões de euros. No período, a Beiersdorf registrou incremento de 0,3% nas vendas da divisão de consumo, onde além de Nivea, estão as marcas La Praire e Eucerin. A receita do período foi de 2,593 milhões de euros.

}

Comentários ()