Clássicos da Perfumaria - Egeo Dolce Woman: Doçura marcante

Clássicos da Perfumaria - Egeo Dolce Woman: Doçura marcante
Tendo o algodão doce como principal inspiração, O Boticário apostou em uma combinação entre um lado sensual, doce, mas com notas já conhecidas, para que Egeo Dolce Woman marcasse época e firmar-se como um sucesso até hoje


Para conseguir entrar na memória das pessoas com a criação de Egeo Dolce Woman em 2007, O Boticário foi além. Remeteu à infância e buscou inspiração em algo que marcou muitas pessoas quando criança: o algodão doce. Na época do lançamento, Claudia Stenger, gerente de perfumaria e inovação da companhia paranaense, recorda que a família gourmand estava começando a aparecer na perfumaria nacional, mas que ela já era explorada na perfumaria internacional desde 1992. A empresa procurou então o perfumista Frank Voelkl, da Firmenich, para lhe entregar o projeto que tinha como objetivo uma fragrância inovadora. Ao recebê-lo, o profissional utilizou uma tecnologia que recria os cheiros dos alimentos. Foi então que o algodão doce foi o escolhido para ser a nota principal da fragrância.

Com a definição deste ponto central, O Boticário precisou realizar uma aposta. Como sabia que o algodão doce tratava-se de um gourmand frutal muito inovador para a época, pensou então em lançar a fragrância menos disruptiva também, que tivesse um lado sensual – até porque, o significado de Egeo sugere sedução: em latim quer dizer querer, desejar –, doce, mas com notas já conhecidas. “Felizmente, o Boticário optou em apostar no mais diferente. E deu certo!”, celebra Claudia. A partir desta decisão, começou então a busca pelos ingredientes que pudessem atender a estes objetivos iniciais. A gerente lembra que foram avaliados muitos ingredientes e acordes que acreditavam combinar com o conceito dessa nova fragrância. “O algodão doce, desde o começo, foi uma aposta por transmitir o lado gourmand com personalidade, alegria e muita performance, trazendo inovação ao portfólio de O Boticário.”

A empresa buscou trazer em Egeo Dolce Woman um aroma prazeroso e uma experiência confortável que todo mundo ama desde criança. Para aflorar o lado Egeo da fragrância, foi adicionado um caráter feminino pelo acorde floral e um toque divertido através das frutas. E ainda é sexy e sofisticado graças ao fundo oriental ambarado. Sua família olfativa é o Oriental Gourmand. Nas notas de saída estão: sorvete de framboesa e nectarina; enquanto no corpo encontra-se: algodão doce, anis, violeta e madressilva. Já no fundo, estão: âmbar, baunilha, fava tonka, sândalo e musk.

SUCESSO GARANTIDO
O fato de ter apresentado uma fragrância envolvida com o universo dos doces é, segundo Claudia, um dos segredos do sucesso de Egeo Dolce Woman até hoje. Para ela, este perfume foi um grande marco na perfumaria nacional. “Pela primeira vez, uma fragrância trouxe uma construção olfativa literal inspirada no universo gourmand. O dulçor de Egeo é aditivo e instigante, a nota conhecida de algodão doce faz com que as consumidoras se identifiquem com o perfume e transportem-se a uma realidade divertida e doce, que juntamente ao corpo floral reforça a feminilidade de Egeo. Tais fatores fazem com que Egeo Dolce tenha sido tão bem aceito e seja até hoje um dos grandes sucessos no mercado de perfumaria nacional”, aponta ela, mencionando ainda que as construções gourmands seguem fortes no cenário de perfumaria e conquistam cada vez mais consumidores, em função de seu caráter aditivo, envolvente, marcante e divertido.

Além desta combinação, Claudia indica ainda outros fatores que fazem com que Egeo Dolce Woman seja considerado um clássico da perfumaria nacional, mesmo ainda não tendo completado uma década de vida. Na visão dela, o perfume foi pioneiro em seguir a tendência de sua época, explorando com criatividade o dulçor de notas olfativas gustativas de maneira a envolver as consumidoras. “Ao longo dos anos, Egeo Dolce reforçou sua assinatura aditiva e tornou-se a referência no mercado para as construções ‘gourmand’, pois foi o primeiro perfume nacional a explorar a tecnologia que reproduzia com perfeição o aroma de algodão doce no desenho da fragrância”, finaliza.

Compartilhe

Comentários ()

© 2012 • Cosmética News. Todos os Direitos Reservados • Desenvolvido por Index Software

Voltar ao topo