Nutricosméticos: Beleza que aflora

Nutricosméticos: Beleza que  aflora
Tratamentos de alta performance com estimuladores de crescimento capilar, antissinais de envelhecimento, anticelulites, regeneração da pele, atraem um número cada vez maior de adeptos para o mundo dos nutricosméticos


Baseado no conceito da beleza de dentro para fora, os nutricosméticos conquistam cada vez mais adeptos graças à promessa de uma pele hidratada e com aspecto mais jovial, um cabelo sedoso e brilhante, unhas fortes e um corpo mais magro e saudável. Como explica a nutricionista da Hinode, Carol Mota, os nutricosméticos ou pílulas da beleza são produtos para administração oral, comercializados por meio de pílulas, alimentos, bebidas, bala, cápsulas, entre outras formas. "O objetivo é fornecer de forma rápida e prática substâncias com efeitos antioxidantes, como vitaminas, minerais, aminoácidos e compostos bioativos que auxiliam reduzindo a formação de radicais livres no organismo, prevenindo o processo de envelhecimento precoce e danos causados na pele, unha e cabelo", emenda.

Atualmente, é possível encontrar no mercado produtos para todas as faixas etárias e necessidades, de acordo com as condições patológicas e biológicas do indivíduo. Entretanto, não se recomenda a utilização sem orientação médica ou nutricional, já que existem necessidades e indicações variadas de nutrientes para cada fase da vida adulta e também aos idosos. Apesar de naturais, devem ser sempre consumidos de acordo com a posologia indicada, para que não acarretem problemas como, por exemplo, a hipervitaminose, que acontece quando há a concentração de determinada vitamina excedente no corpo em relação à quantidade ideal.

Atuação específica
Há estudos que comprovam primeiros resultados após quatro semanas de utilização em volume de linhas e rugas e outros que podem desempenhar um importante papel na melhoria da textura da pele. No caso da celulite, após seis meses de uso contínuo, por exemplo. As variações no resultado podem ocorrer de pessoa para pessoa, em função da capacidade de absorção de organismo e da finalidade do nutricosmético utilizado. 

Em virtude da conscientização sobre a necessidade da adoção de bons hábitos e da busca por uma vida saudável, este é um mercado em constante crescimento e expansão. Para a gerente de Marketing da Lowell Cosméticos, Fabrízia Berbert, o aumento da demanda por nutricosméticos contribuiu para que este se tornasse um mercado mais democrático e menos elitizado. 

Vale lembrar que, muitas vezes, a popularização talvez não se dê pelo preço, mas sim pelo aumento do conhecimento dos benefícios desses produtos e os resultados de eficácias quando aplicados adequadamente. Atualmente, vivenciamos uma crescente porcentagem da população que está antenada nesse universo, não apenas preocupada com a beleza, mas também com a saúde e o propósito de retardar o envelhecimento e proporcionar maior qualidade de vida. "Com o atual cotidiano que as pessoas levam, mesmo com alimentação regrada, a correria do dia a dia torna praticamente impossível suprir todas as necessidades vitamínicas exigidas pelo corpo; e também por conta dos atuais padrões de beleza e até mesmo da quebra de antigos paradigmas - como, por exemplo, a transição capilar -, os nutricosméticos acabam representando fortes aliados da rotina de beleza e cuidados pessoais", pontua Fabrízia.

A Lowell Caps, por exemplo, é uma cápsula para crescimento capilar do segmento profissional com Biotina Potencializada, capaz de promover o crescimento de até 4 cm. ao mês, fornecendo aos cabelos os nutrientes necessários para que os fios fiquem fortes, saudáveis, resistentes e brilhantes. "Além disso, age diretamente na revitalização e no rejuvenescimento da pele e no endurecimento e fortalecimento das unhas, de forma 100% natural, sem contraindicações ou efeitos colaterais indesejados, como ganho de peso, acne ou alergias", explica Fabrízia. "Após 15 dias, já é possível sentir os fios mais fortes, resistentes e saudáveis", complementa a executiva.

Perspectivas do segmento
Na Europa, Ásia e Estados Unidos, os nutricosméticos são consumidos há anos em grandes quantidades, nas mais diversas formas de apresentação. De acordo com a pesquisa realizada pela SPC Brasil e Confederação Nacional dos Dirigentes Lojistas (CNDL), mais de 70% das mulheres estão mais preocupadas em melhorar e manter sua aparência física entre 18 e 34 anos. 

Entre os mercados em ascensão está o de nutrição esportiva, que cresce cerca de 8% ao ano e com projeção de atingir R$ 2,5 bilhões em 2022, segundo dados da Euromonitor. Já no segmento de Suplementos Dietéticos no Brasil, prevê-se um crescimento de 4%, podendo atingir até 2022 a marca de R$ 3 bi.

Mas os números nem sempre foram tão positivos. Como lembra a gerente de Marketing e Vendas da Jeunesse, Paloma Doro, entre 2014 e 2017 houve uma pequena variação global negativa nas vendas de produtos premium desse segmento e aumento do giro de produtos na categoria massiva. Agora, com a retomada econômica, é esperado um aumento na procura de itens premium. "O que popularizou a procura por produtos nutracêuticos foi a mudança de comportamento na jornada do consumo, em que hoje já é possível encontrar itens para todos os bolsos", explica. "Todavia, aqueles com maior complexidade em sua produção, com ingredientes diferenciados, tecnologias ainda não disponíveis no Brasil, tornam o produto com maior valor agregado, mais suscetível a taxas de importação e, consequentemente, com posicionamento de preço maior no mercado ao consumidor final", pondera a gerente. 

A pesquisa científica e investimento em tecnologia transferem inovação e revolução a esse mercado: produtos com testes comprobatórios e de eficácia que vêm transformando o conceito de beleza. Agora não apenas o uso tópico de produtos ou intervenções em alguns casos, mas de fato, surge uma nova geração de cosméticos de uso oral. "Estes são encarados como tratamentos de alta performance cujos ingredientes ou substâncias, ao serem ingeridas, possuem potencial de clareamento cutâneo, proteção contra os fatores de estresse ambientais, estimuladores de crescimento capilar, antissinais de envelhecimento, anticelulites, regeneração da pele, potencialização do bronzeado, entre tantos outros", lembra Paloma.

Novas formulações
A mudança de cultura, a preocupação com a beleza e o envelhecimento da população são os precursores do fortalecimento da categoria nutricosméticos, pois apresentam nutrientes nas fórmulas, que associadas a vitaminas, minerais e outras substâncias combatem as carências nutricionais diárias, a oxidação dos tecidos (envelhecimento) e ajuda na manutenção e reparação da saúde e beleza do rosto e corpo.

Entre as novidades desse mercado está a utilização de cafeína como um termogênico natural, logo auxiliador na queima de gordura corporal da Hinode. Há, ainda, o óleo de prímula e borragem que auxiliam na hidratação da pele, sintomas da TPM e menopausa. Para fortalecimento de unha e crescimento de cabelo, a empresa de venda direta apresenta sua linha de nutricosméticos com biotina, zinco e ferro, por exemplo. Já formulações que têm como princípio o peptídeo de colágeno hidrolisado que, além de auxiliar no fortalecimento de unha e cabelo, também auxilia na saúde da pele diminuindo rugas e marcas de expressão através da formação de colágeno e elastina, ganham mais destaque entre as mulheres consumidoras.

De olho no potencial desse segmento, a Jeunesse investe em pesquisa científica e novas formas de embalar seus produtos nutracêuticos. "No Brasil, em média, são vendidos três Naära por minuto, o que torna o produto o nosso best seller nacional. Compramos 500 toneladas de colágeno para suprir a demanda de consumo de nosso top of mind na Jeunesse do Brasil. Globalmente, o Reserve, é o item mais comercializado da linha, que além de trazer a inovação e tecnologia na sua composição, também possui embalagem para 'qualquer hora, em qualquer lugar'", explica Paloma. 

Já a Mantecorp Skincare aposta no lançamento de Nouve e Nouve Biotin, produtos com ação antienvelhecimento e fortalecimento de unhas e cabelos, respectivamente, tanto para prevenção como para tratamento. O primeiro combina colágeno hidrolisado, vitaminas e minerais de forma sinérgica para garantir uma ação antienvelhecimento para a pele, enquanto Nouve Biotin combina biotina com vitaminas e minerais que contribuem para o fortalecimento do cabelo, evitando a queda e favorecendo o crescimento de novos fios, além do estímulo da produção de queratina das unhas, evitando também a descamação. Todos esses benefícios foram comprovados em estudos clínicos acompanhados e relatados em pacientes durante 90 e 120 dias de uso.

Desempenho e ações
De acordo com o diretor de Marketing da IQVIA, Rodrigo Kurata, os números dos nutricosméticos no último ano (base julho/2018) contempla 8,65 milhões de unidades vendidas, com um montante de R$ 460 milhões. "O segmento nutricosmético no canal farma cresce 9,9% em unidades e apenas 0,9% em valor a preço consumidor, ou seja, registra um trade down de preço, já que o preço médio do segmento caiu 8,2% no último ano", explica Kurata.

Aos varejistas, o diretor deixa uma recomendação: primeiramente, disponibilizar este segmento nas prateleiras das lojas. "Ainda há uma restrição grande na positivação deste segmento na maioria das farmácias brasileiras", diz. Em segundo lugar, ele ressalta que é preciso comunicar adequadamente o shopper sobre o uso e benefícios deste produtos para melhor positivação da categoria. 

Compartilhando da mesma opinião, a gerente de Marketing da Jeunesse complementa sobre a importância de aprimorar o conhecimento nesse segmento, investir em formação e pesquisa, aproximar-se dos especialistas da área da saúde. "Manter-se informado é fundamental e o varejista deve compreender que se trata de uma venda consultiva, personalizada e não como um fim em si mesma", diz Paloma .

Para a nutricionista e assessora em desenvolvimento de nutricosméticos da Buona Vita, Luisa Wolpe Simas, entre as linhas de produtos com perspectivas positivas para o próximo ano estão os fitoterápicos, o colágeno hidrolisado e também produtos que prometem fotoproteção oral e detoxificação.

É importante, ainda, trabalhar em conjunto com fornecedores que sejam parceiros transparentes, que apresentem testes de eficácia, laudos dos produtos, registro pelo órgão competente, como exemplo a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA), além de produtos de qualidade, como a forma química do nutriente, os ingredientes que compõem esses produtos, assim como os reais benefícios que eles podem proporcionar.

Compartilhe

Comentários ()

© 2012 • Cosmética News. Todos os Direitos Reservados • Desenvolvido por Index Software

Voltar ao topo