Sustentabilidade: falta combinar com os consumidores

Enquanto a indústria de beleza investe cada vez mais em fórmulas verdes, no uso eficiente de recursos e em embalagens mais sustentáveis, para reduzir o seu impacto ambiental, crescem as evidências de que o sucesso dessas medidas tem um efeito pequeno sobre o resultado final. Estudos de análise do ciclo de vida de produtos, mostram que o maior parte do impacto ambiental gerado pela indústria cosmética, está no nível dos consumidores. Pequenas atitudes, como mudar a temperatura do banho, podem reduzir e muito o impacto ambiental de um produto.

Para a consultoria londrina Organic Monitor, as empresas terão que dedicar mais esforços de educação e comunicação para mostrar as consequências do consumo, já que elas são fundamentais para reduzir significativamente a pegada ambiental. Um estudo citado pela consultoria aponta que 94% da pegada de carbono de um shampoo acontece no nível do consumidor. “As empresas de cosméticos precisam engajar os consumidores caso eles queiram fazer a diferença em termos de sustentabiolidade. Reformular produtos com ingredientes verdes, usar menos recursos e eco-design são apenas parte da solução. O maior desafio é mudar o entendimento do consumidor”, diz a consultoria.

}

Comentários ()